Lead Generation é só a ponta do iceberg

O que você tem feito com seus leads? Qual o custo para consegui-los e o custo até a conversão? Lead generation é só o ponto de partida.

No marketing digital hoje não entender o conceito lead generation ou geração de leads é uma injúria. Gerar leads é a tarefa número um da grande maioria dos gestores de marketing, mas poucos workflows são seguidos de atividades que compreendam como esse trabalho irá funcionar na totalidade e direcionem esses leads para a conversão.

A lead generation é apenas o ponto de partida de estratégias que devem ser calculadas em cima de custos, equipe, ferramentas e campanhas disponíveis em cada momento. Sua base de leads está parada em alguma plataforma, sem crescimento exponencial e sem saber para onde ir? Comece pelos custos.

 

Custo por lead e custo por aquisição

Quanto cada lead vale para você? Quais têm sido as métricas para a captação destes leads e as ações realizadas até conseguir seu nome, e-mail e outras informações válidas? Esta precisa ser a sua primeira preocupação.

Medir o CPL e CPA mensalmente define melhores retornos sobre investimento (ROI) e permite um direcionamento das estratégias de nutrição de leads de forma mais realista. No seu cálculo de custos, você deve prever quanto gasta para a lead generation somado aos custos de encaminhar este lead até a aquisição. Você tem feito isso?

 

Nutrição de leads

Marketing digital não é só sobre gerar leads, é sobre saber o que fazer com cada um deles. Empresas que fazem nutrição de leads geram 50% mais vendas a um custo 33% menor do que empresas que não fazem, segundo dados da Forrester Research.

Nutrir seus leads é colocar cada contato em um processo de compra, para que ele ultrapasse as fases de reconhecimento, consideração e decisão até a aquisição final de seu serviço ou produto. Ainda que as maiorias dos caminhos de nutrição sejam feitos por e-mail marketing, essa não é a única alternativa de fluxo de conteúdo para conquistar seu cliente.

Os fluxos de nutrição irão priorizar leads que estejam mais engajados com a sua marca por meio de ações que liguem conteúdos à contextos. O lead scoring é uma ótima forma de fazer isso. Por exemplo: um lead que acessou um conteúdo sobre os serviços da empresa ganha 10 pontos, se ele abriu o e-mail e clicou no CTA de consultoria gratuita ganha mais 20 ponto e se entrou em contato pelo site ganha mais 20 pontos. Esse score vai te informar onde investir o tempo, ou seja, quem são os leads mais preparados para comprar.

Desta forma, o vendedor (ligação ativa) não perde seu tempo em abordagens a contatos que ainda não estão prontos para isso e se envolve com pessoas que já forneceram informações valiosas e realmente estão interessadas no serviço. Isso gera economia de tempo, equipe, custo e maior precisão dentro do marketing digital.

Não basta apenas conhecer conceitos em alta e fazer o esforço mínimo. Lead generation é a ponta do iceberg no processo de venda, é preciso mergulhar para encontrar o que há de maior.

__________________________________________________________________________________________________________________________

Piattino

contato@piattino.com.br

11 2500-5960

www.piattino.com.br

__________________________________________________________________________________________________________________________

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *